quarta-feira, 16 de junho de 2010

Levar ou não nosso gatinho....eis a questão


Olá gente, esse aqui é o meu gatinho. O nome dele é Gregório. Ele vive com a nossa família desde de 2005. É realmente um gatinho muito especial. A raça dele é persa pelo longo.

O Gregório é um dos nossos dilemas nesta história da mudança para o Canadá. Eu estava convencida desde o início do processo que não levaria o Gregório. Pensava: tudo que não quero é ter mais o gato para administrar. O Gregório é um gato chique gente. Vai ao veterinário todo mês, toma banho, faz tosa higiênica, come ração de primeira e ainda tenho que penteá-lo pelo menos duas vezes por semana, senão, com todo esse pelo embola tudo. Enfim, há muitas coisas que teria que pensar a mais se levasse o gato.

Nas pesquisas por casas percebemos que há muitos casos que não aceitam pets. Levá-lo ficaríamos limitados quanto a este quesito...além disso há o custo com veterinário, ração, passagem, vacinas, chips, sem contar o dó que me dá cada vez que penso o quanto será difícil para o gatinho viajar de avião, sozinho, em uma caixa pequena...ohhh dó.... Então, frente a tantas questões estávamos convencidos de não levá-lo. Porém, sempre porém, o amor que adquirimos pelos bichinhos sempre grita mais alto e estou com o coração dividido se devo ou não levá-lo.

Nos diferentes blog´s que acessei já vi de tudo: pessoas que deixaram os animais no Brasil, gente que levou apenas um, até pessoas que levaram gatos e cachorro, e no final tudo correu bem, claro que teve todo um empenho para preparar a logística...
Meus filhos amam o Gregório, inclusive brincam com ele como se ele fosse gente, tivesse voz, como se dialogasse conosco, sempre revezando quem faz a voz do Gregório.
Vou incluir abaixo um pequeno vídeo que meu filho fez do gatinho falando....vejam, é bem legal e curtinho....vocês terão uma idéia como ele é fofo....

video

Então é isso gente, esse é o Gregório. Como está difícil para decidir essa questão se levo ou não o gatinho acho que vou fazer uma enquete em breve, aqui no blog, para vocês me ajudarem a pensar sobre isso....
Se tiver alguém que já passou por isso, por favor, conte-nos como tem sido a experiência de ter um animal aí em terras geladas....
Enquanto isso, seguimos por aqui, com passos firmes de quem sabe onde quer chegar...

8 comentários:

César, Valéria, Lara e Anaclara disse...

Eu sou suspeito de falar. A minha esposa chegou um dia a pensar em deixar nosso cãozinho shit zuh no Brasil. Na hora eu e minhas filhas gritamos não. Moral da história: reservas dele feitas e caixa de transporte comprada.

E a vida segue...

Lillizinha disse...

Ai nao doa ele nao. Eu passei por uma situcao parecida porem foi inverso. Eu quando morava no Canada resolvi pegar o gatinho..qdo tivemos que voltar ficou essa duvida...eu trouxe o gato e nao teve assim tanta burocracia...So precisou da vacina de Raiva e atestado de sanidade que deve ser emitida acho que 10 dias antes da viagem...e tem que pagar eh claro!!!
Mais pense bem..ele viveu com vcs por 5 anos, nao seria justo larga-lo pra tras..o negocio eh nao querer mais animal pois quando a gente decide se mudar ou viajar os coitados sempre acabam ficando em ultimo plano. Vale a pena o sacrificio...espero que tenha ajudado

leslapins disse...

Dependendo da época que vcs. vem, pode trazer o pet na cabine do aviao, embaixo do seu banco, como se fosse bagagem de mao.
Resta resolver "só" todos os outros "poréns"...
abraços
Erika

Lupatinadora disse...

Leva! Leva! Leva!

Ele é parte da família, tem que levar. Concordo que fica um pouco (só um pouco) mais complicado no início pois alguns lugares não aceitam pets, mas já vi gente até levando coelho que precisou ficar de quarentena! Se o Gregório for pequeno dá pra ir até na cabine do avião.

Considerando todo o trabalho que dá imigrar falo que os bichinhos são o menos complicado - é só pegar o papel do veterinário, o do aeroporto e pronto! Nada de visto pra eles!

Nós e a Joy (nossa cachorrinha) na campanha do Leva! Leva! Leva!

No nosso caso, a passagem da Joy custa apenas US$100 e já vimos vários lugares que aceitam pets (se deixar pra mandar como carga depois sai quase US$1,000, ui!). No Craigslist dá pra procurar apê já filtrando pelos que aceitam gatos e/ou cachorros.

Já postei algumas coisas sobre animais no nosso blog e estou montando outro post (sobre a caixinha de transporte) para essa semana. Deem uma olhada lá: http://dofornoparaofreezer.blogspot.com/search/label/animais

:) Família Feliz :) disse...

Em mudanças já levei junto e já deixei pra trás, acho que depende muito da situação, quando fomos pra Santa Catarina, levei minha gatinha, chegando lá descobri estava grávida! ela demorou pra se adaptar, mudou o comportamento, então resolvemos castrá-la. Passado um ano voltei pra Brasília e ela ficou no Jurerê com minha amiga na casa ao lado, até hoje a Shaninha está de frente p/ o mar comendo peixinhos... tudo depende muito, ela sempre viveu em casa térrea e aqui estamos num apartamento achei melhor deixa-lá...a gente é quem sofre mais!

T disse...

Cris!!! traz sim! já vi gente aqui com lágrimas nos olhos contando que deixou o bixinho no Brasil!!!!! é muito triste! E aqui no verão ele pode passear bastante! :)

Beijos

Taís

Carol disse...

Oi Cris!
Olha, eu nao passei por esse sufoco de decisao porque ha muito tempo não tinha animal de estimaçao. Apareceram problemas de alergias e respiratórios que me fizeram deixa-los de lado com muito sacrificio, mas... COMO SENTI FALTA DE UM NOS PRIMEIROS MESES AQUI!!! .... eu fiquei bem deprê e sentia falta de um bichinho pra cuiidar que so me trouxesse conforto... Daí ganhei do meu marido e da minha enteada dois peixinhos ^^
Por isso, acho que seria uma boa ele vir junto pra dar carinho a vocês no período de adaptação. E vice-versa. Só tem mesmo é que inclui-lo no orçamento familiar, pois alem do custo da passagem tem os gastos mensais com ele que aqui não sao baratos...Mas se se comprometerem a fazerem o máximo por conta própria (tipo banho, tosa - isso é mais dificil- escovação)aí gastarão só com alimentação e idas ao veterinário quando muito necessário.
Boa sorte na decisão!
Grande Beijo
Carol

Ursos no Canadá disse...

Siiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiimmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmm!!!!!!!!!!!!! rs
Animal aqui tem vida de rei!!! rs