sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

Ah, o Ar Seco do Canadá....

Oie, Tchurma...

Este post é dedicado a algumas pequenas novidades que normalmente não são comentadas pela maioria das pessoas, mas que podem fazer muita diferença na rotina de algumas pessoas, como têm feito na nossa...

Meu, a gente não acredita na quantidade de coisas que muda simplesmente por causa de que o ar de Montréal é muito seco no inverno, e fica mais seco ainda quando a gente aquece o ambiente com a chauffage (aquecimento central). Por conta disso, a nossa pele fica bem seca. No Brasil, a minha pele parecia um sebo, principalmente na testa, mas agora, não tenho mais este problema. Em compensação, no restante do corpo, onde a pele tem oleosidade normal, ela fica tão seca que chegam a aparecer algumas marcas brancas que coçam e chegam a sangrar. Solução: creminho todo dia... ehehehe. Além disso, tem que ter manteiga de cacau sempre a mão para os lábios.

O ar seco favorece também alguns males do aparelho respiratório, como dor de garganta e coriza. À noite, o nariz pode sangrar durante o sono, em vista da secura do ar, e a gente acorda de madrugada com a garganta seca... Solução: umidificador de ar em todos os cômodos da casa.

Outra coisa legal que acontece: a gente leva choque em tudo que é objeto de metal, como torneiras, trincos de portas, pias, carro, eletrodomésticos e tocando uns nos outros. Quem mais gosta é o Gordo (o gato...), que fica cheirando tudo o que é coisa e leva choque no nariz e sai correndo. O choque acontece porque, pela falta de umidade, os tecidos das roupas em fricção com o corpo e outros objetos ficam cheios de eletricidade estática. A gente acaba ficando até com medo de encostar nas coisas, eheh...

E vamos nos acostumando, com passos firmes de quem sabe onde quer chegar!!!

Abração e a Paz

5 comentários:

Barbara Schultz disse...

Tenho que confessar que AMO esse ar seco. A pele fica de atriz de cinema (heheh), o cabelo uma seda de tao macio, sem arrepiados, tudo seca rapido em casa e, quanto aos resfriados ou dor de garganta, isso depende da pessoa. Eu nunca tive nada desde que sai do Brasil, e conheco muitos outros casos iguais, tudo por conta do ar seco. Os choques sao chatinhos mesmo...heheeh. Beijos primo! Babi
P.S. A Cris ja achou um medico do gosto dela? Espero que sim :)

Mila K disse...

Realmente, não é algo que nós brasileiros estamos acostumados... Muito legal essa dica.

E tenho pena do Gordo, coitado! :D

Bjs,
Mila

Luciana e Marcelo disse...

Olá Igor !

Espero que tudo esteja correndo as mil maravilhas...
Lendo seu post, não pude deixar de dizer que sei exatamente o que você está falando eheheh. O clima com ar seco tem disto mesmo e é uma coisa que nós brasilienses estamos acostumados: Creme, manteiga de cacau nos lábios para não rachar, umidificador para o nariz não sangrar, etc., agora o choque, esse é inevitável, inclusive quando saímos do carro. A dica é "mãozinha" no chão quando sair do carro ou nas paredes (madeira não funciona muito bem mas ameniza) para não levar o tal choque eletrostático. Outra é evitar (não sei como :-)) roupas de algodão que são ótimas quando em atrito para gerar eletricidade.

Um abraço.
Marcelo.

Lupatinadora disse...

O umidificador também ajuda a minimizar os choques pela casa.

Eu sofro para dormir com o ar seco, fomos para os EUA no Natal por 9 dias e quase não conseguia dormir, precisei emprestar um umidificador!

Mas o que eu amo é a pele sequinha e o cabelo liso sem precisar de alisamento!!!

Anônimo disse...

Olá Igor e familia,
Que bom que estão curtindo este novo ambiente. Pele seca, isso mesmo use e abuse dos creminhos... rs rs. Hoje o Estevão faz um ano e 11 meses. Já sabem o sexo do bebê?
Abraços
Gui e Romir