sexta-feira, 11 de maio de 2012

Vou voltar a escrever por aqui....

Há muito tempo atrás quem mais escrevia por aqui era eu. Por que parei? Não sei dizer ao certo se é por falta de tempo ou porque tenho tanta coisa acontecedo que sou incapaz de expressar em verbo. Os posts do Igor são sempre interessantes com muitas informações importantes e úteis para quem quer imigrar. Ele está sempre antenado em tudo que acontece aqui no Canadá. Não sei donde ele tira tanto tempo pra ler tanta coisa e ter tanta informação. Eu ao contrário não tenho tantas informações objetivas para dividir. Tenho apenas minha subjetividade de sentimentos, dificuldades, vitórias, derrotas e tudo que a vida de um imigrante carrega. Eu sou assim: sentimento, afetividade. As vezes fico pensando se o que vou escrever aqui irá ajudá-los e sempre acabo decidindo não escrever. Isso porque quando se trata de subjetividade tudo torná-se relativo, pois as experiências vividas são únicas. Cada um tem seu caminho, por isso as vezes fico receosa de dividir algumas coisas.Enfim, aqui estou e quero sim voltar a escrever. Vou tentar expressar em palavras a forma como vejo a imigração, mesmo dentro da minha subjetividade. Quero poder voltar a dividir com vocês tudo, desde as angústias, vitórias, sorrisos consequentes das alegrias, dos choros vertentes e das infinitas vezes que temos que falar pra nós mesmos: sim somos capazes.
Sabe gente, blog nenhum é capaz de traduzir o que se vive aqui. Ainda que postemos inúmeras informações úteis nada irá traduzir o que é imigrar. Escolha sem volta. Pergunta sem resposta. Sucesso com derrotas. Contráditório, não?! Eu sou isso, acho que todos somos profundamente humanos e contraditórios. Vamos tentar fazer um mix no Blog entre os posts do Igor, recheados de informações, e o meus mais subjetivos.
E mesmo que andemos neste mar de sentimento sempre seguimos com nossos passos firmes de quem sabe onde quer chegar.....

2 comentários:

Lucinei disse...

Adorei :)

Escreve bem, hein menina?

Bjs

Cleberson e Sabrina disse...

Oi Cris,

Não deixe de escrever, tudo que se compartilha, ainda que sejam sentimentos é muito importante. Hoje entendo o que muitos escreviam sobre a sensação da chegada, as dificuldades e etc, acaba nos consolando, pois o percursso é o mesmo, apenas com histórias diferentes.
Feliz dia da mães!!!!
Bjão