terça-feira, 11 de fevereiro de 2014

Francização, a grande surpresa

Oi pessoal,

Que saudades de escrever e mandar notícias. Vamos lá, vou escrever e dividir com vocês a minha experiência na francização.

O que é a francização: é um programa do Ministério de Imigração do Quebec que visa promover a integração socio-linguística e cultural dos imigrantes a sociedade Québécoise. Através deste programa o imigrante recebe uma ajuda financeira do governo durante o período de estudo.

Este programa é oferecido para todos os imigrantes que chegaram no Canadá dentro de um período de 5 anos, ou seja, todos tem o direito a participar do programa antes de completarem 5 anos de residência no Canadá.

Embora eu esteja aqui há 3 anos, eu comecei a fazer o curso de francês somente após 2 anos e meio. Na realidade este curso é a primeira etapa da vida da maioria dos imigrantes que chegam por aqui.

E por que isso não aconteceu conosco? Bem, o Igor chegou praticamente empregado, então a francização não rolou para ele, enquanto que eu cheguei aqui grávida. Os meus pirmeiros anos de Canadá foi cuidar do meu bebê e tentar melhorar o inglês.

O curso é full time, ou seja, você estuda o dia todo. É uma verdadeira imersão na língua.

Pra mim o curso tem sido uma grande e positiva surpresa por n-motivos:

1 - eles me tiraram do analfabetismo total no francês para uma comunicação razoável em apenas 2 meses. Em 2 meses eu já era capaz de me fazer entender e de compreender o que os Québécois falavam, mesmo falando apenas no presente e futuro próximo. Foi inacreditável o eles fizeram comigo.

2 - Além de aprender uma nova língua em sistema de imersão, estudar gratuitamente, o governo ainda dá uma ajuda de custo para aprendermos a língua e nos integrarmos, acreditam? Nem eu, é sensacional. Eles investem em nós, nos tiram da ignorância total na língua e ainda nos pagam pra isso. Ou seja, você recebe para estudar, adquirir uma língua e ser inserido na cultura;

Festa de Halloween.
Eu sou Darth Vader, ehhehe
3 - O contato com diferentes culturas é incrível, uma experiência fora do comum. Gente, não tenho como explicar o que significa você conhecer gente de todos os cantos do planeta, conhecer novas culturas e aprender com cada uma delas. Claro que você precisa estar aberto a conviver com diferentes jeitos de ser e sobretudo não querer impor sua verdade. Esse é um aprendizado ímpar.

Quando cheguei aqui ouvi diferentes opiniões sobre a francização, algumas bem pessimistas, mas comigo tem sido uma experiência maravilhosa, só tenho tido bons frutos.

Colheita de maças -
Um dos passeios de integração.
Claro que o governo tem suas exigências no programa, afinal eles não iriam investir sem ter o nosso retorno. Para continuar no programa e receber a ajuda financeira precisamos ser bem assíduos. Não são permitidas mais que 5 faltas por sessão, ou seja, em 12 semanas podemos faltar apenas 5 dias. Isso inclue consultas médicas, filhos doentes, problemas pessoais, seja o que for, tudo precisa ser administrado dentro deste tempo. Muitas pessoas não se adaptam a esta rigidez, mas por um lado eles precisam garantir o comprometimento de quem está ganhando do governo.

Bem gente, é isso, queria dividir com vocês a minha alegria de estar vivenciando a francização e acho que vale muito participar deste programa. Estou no último nível e quero aproveitar ao máximo minhas últimas 12 semanas vivendo esta maravilhosa experiência.
Continuamos por aqui, sempre com passos firmes de quem sabe onde quer chegar.



9 comentários:

Ana . disse...

Oi, Cris. Tb nao entendo pq as pessoas reclamam da francisaçao, tb adorei fazer, aprendi bastante, visitei lugares legais, conheci gente do mundo inteiro e ainda por cima consegui notas boas para entrar em um curso na faculdade. bjo

ARMANDOSCHULTZ disse...

PARABENS
CHRIS VAI EM FRENTE. FALTA POUCO, AMO VC/

souza.quebec disse...

Olá. Eu e meu esposo somos de Curitiba também e estamos iniciando nossa saga correndo atrás da língua e dos pontinhos para aplicar para o Québec. Será que poderíamos conversar por e-mail? Obrigada.
souza.quebec@gmail.com

Anônimo disse...

Pessoal, como está o Gregório?

Paola Wortman disse...

Cris ... que saudades de vcs!
Adorei saber que vc gostou da francisacao. Eu varias vezes me pego com questionamentos de como teriam sido as coisas se tivesse ficado por ai. Ainda sigo apaixonada pelo Frances quebeca ;-) sotaque charmoso demais!
BJS!!

Paola Wortman disse...

Cris ... que saudades de vcs!
Adorei saber que vc gostou da francisacao. Eu varias vezes me pego com questionamentos de como teriam sido as coisas se tivesse ficado por ai. Ainda sigo apaixonada pelo Frances quebeca ;-) sotaque charmoso demais!
BJS!!

Paola Wortman disse...

Cris ... que saudades de vcs!
Adorei saber que vc gostou da francisacao. Eu varias vezes me pego com questionamentos de como teriam sido as coisas se tivesse ficado por ai. Ainda sigo apaixonada pelo Frances quebeca ;-) sotaque charmoso demais!
BJS!!

Rhuanna Moretho disse...

Olá Pessoal tudo bem, por favor peço que nós ajude, meu esposo e eu estamos indo daqui a uns meses para charlottetown, eu vou estudar na Holland College, não conhecemos ninguém de lá, li em um post que vocês encontraram uma brasileira lá, será que ainda tem o contato dela? por favor se puderem ajudar nós agradecemos, meu e-mail é : rhuannaandrade@hotmail.com

por favor nos ajude se puder!

Deus os abençoe.

Rhuanna Moretho disse...

Olá amigos, será que vocês podem nós ajudar? Bom meu esposo e eu iremos para charlottetown em poucos meses e não conhecemos ninguém lá, li em um post antigo que vocês estavam a procura de uma brasileira que vendia bikinis, será que vocês poderiam nós ajudar? eu irei estudar na holland college e meu esposo irá com WP, queríamos saber alguns detalhes como procura de emprego, na verdade no início não iremos escolher muito então o que surgir estaremos pegando para trabalhar, enfim por favor se puder entrem em contato comigo: rhuannaandrade@hotmail.com

Obrigada desde já.

Deus os abençoe.