quarta-feira, 4 de fevereiro de 2009

Enquanto Esperamos - A Origem do Limbo

Sei que todos estão cansados de ler nossos post gigantescos, mas Schultz também é cultura... Vai mais um complemento do que está acontecendo. Serve como um detalhamento do que a Cris escreveu no post anterior.

Faz duas semanas que estou conversando direto por telefone com a Maura, do Consulado, a respeito desse assunto. Ela tem sido muito atenciosa, de fácil acesso, e tem respondido a todas as perguntas. Vou me estender um pouco, mas valerá para esclarecimento.

A situação atual do consulado é a seguinte:

Para processos que iniciaram depois de 27 Feb 2008 (poucos casos conhecidos) e também depois da nova lista da NOC em 28 Nov 2008 (o único caso que conheço é o nosso), o Governo do Canadá mudou as regras, como todos já sabem. A questão é que eles definiram que toda a documentação E o pagamento devem ser encaminhados diretamente para o escritório de Sydney, NS. Porém, em conversas com a Maura, verificou-se que o Governo do Canadá não percebeu que não são todos os países do mundo em que as operações de Certified Cheque e Bank Draft existem. No Brasil, elas não existem.

Em alguns países, como a Inglaterra e EUA, você pode solicitar ao banco um "Certified Cheque", ou seja, o banco garante que aquele cheque terá fundos e que ele próprio (o banco) é o responsável pelo pagamento. Claro que, ao solicitar isso, você paga adiantado ao banco e sai com o cheque na mão. Coloca o cheque no envelope e envia para o Canadá.

A única modalidade praticada no Brasil é o "Bank Order". Isso é como se fosse uma remessa de dinheiro para o exterior. Alguns bancos, como o Banco do Brasil ou o Western Union, e a maioria das casas de câmbio, fazem esta operação, mediante o pagamento de uma pequena taxa. Para nós, seria em torno de CAN$ 50. Porém, para realizar esta operação, é necessário o nome do favorecido (Receiver General for Canada), o banco, a agência e a conta corrente que irá receber o dinheiro. E ninguém no Consulado do Brasil sabe esta informação. De acordo com a Maura, eles não sabem e não estão autorizados a solicitar isso para o Canadá. Nem mesmo o telefone do escritório de Sydney eles podem fornecer.

O Receiver General for Canadá é uma instituição pública responsável por receber todos os pagamentos destinados a serviços públicos no Canadá. No site deles (http://www.tpsgc-pwgsc.gc.ca/recgen/txt/index-eng.html) tem uma lista de tudo o que pode ser pago. Curiosamente, não encontrei neste site também nada a respeito de processos de imigração.

Então, a Maura me disse que estão empenhados em discutir com o CIC uma forma de se efetuar o pagamento para os países que não possuem Certified Check, Bank Draft nem Money Order. Conforme ela falou, uma das alternativas seria abrir o OnLine Services para pagamento com cartão de crédito, que atualmente não está disponível para o Brasil (apesar do site permitir o pagamento). Estão discutindo, mas enquanto não houver retorno, não poderão ser efetuados os pagamentos e consequentemente não poderão ser enviados os formulários, mas isso não quer dizer que o processo esteja suspenso. Pelo contrário. De acordo com uma entrevista encaminhada por uma colega de um grupo que participamos, o Ministro Kenney quer incentivar a imigração e otimizar o processo, até inclusive temendo que outros países como Austrália e Nova Zelândia venham a sugar a força de trabalho preciosa que eles precisam (ehhe)

Conclusão: eles simplesmente não levaram em conta os métodos de pagamento dos países quando definiram o processo de imigração. Estão discutindo agora isso.

A nossa situação está no seguinte pé:

De acordo com instruções do site do CIC e do Site do Brasil, preenchemos o formulário, depositamos o dinheiro na conta do HSBC no Brasil e enviamos o comprovante de depósito por AR dos Correios para Sydney, NS, no endereço mencionado no site - que de acordo com a Maura é o endereço correto, e não o do Courier (usado apenas em caso de remessas por serviços postais particulares, como DHL e UBS). A Maura disse que nossa documentação será rejeitada e devolvida com certeza, por causa do depósito irregular. Quando recebermos de volta, devemos encaminhar ao Consulado do Canadá o comprovante de depósito para que eles nos reembolsem. Já faz 18 dias que enviamos e até agora não houve retorno. Estamos esperando...

Todas estas informações foram confirmadas novamente HOJE por mim em contato telefônico com a Maura.

Lembram daquela música? Então: "Quando o carteiro chegou, e o meu nome gritou, com a carta na mão...."

Um grande abraço a todos e a Paz

5 comentários:

Marcio Barros disse...

P A C I Ê N C I A!
Vocês terão que ter um bocado, digo um bocado não, uma tonelada de paciência até que o processo seja recebido. A culpa não é deles, é do nosso país mesmo, que é cheio de restrições com operações financeiras. Só não tem restrições com as operações financeiras dos políticos, que vivem transferindo money para o exterior.
Tenha paciência, façam um estoque de maracujá e tomem muito suco...heheh
Que o Senhor os abençoe!

Temperatura Máxima no Canadá disse...

Oi Igor,

Que situação!!!! É incrível como até uma das coisas mais simples de se fazer que é o pagamento, eles conseguiram complicar tanto...
Igor não se preocupe, pode escrever qtos posts gigantescos quiser... rs Se vc não desabafar com a gente que te compreende, vai desabafar com quem??? Sem contar, que sempre é bom a gente se manter informado sobre o que está e pode acontecer...

Que bom que apesar da frustração vc ainda mantém o bom humor... (Esse é um servo do Senhor!)

Um forte abraço,

Rosi

Radiá disse...

Cris e Igor, estou na mesma situação de vcs, tentando mandar os formulários. Não consegui nada, nenhuma informação do Consulado. Qualquer novidade aviso vcs. Meu e-mail é radiap@gmail.com e msn radiapiau@hotmail.com.

.Mariana.Daniel. disse...

Nossa, gente... que confusão, hein? Como se não bastasse o desgaste de todas as etapas do processo, vcs ainda têm que passar por isso! Fico indignada com essa desorganização! Espero que tudo seja resolvido rapidinho e da melhor forma possível.

Beijos e boa sorte!
Mariana

César, Valéria, Lara e Anaclara disse...

O pessoal podia ser mais organizado, não? Mas não se preocupe porque tudo vai dar certo no fim.

E a vida segue...